• img-book

    Jean-Marc Berthoud

Oferta!
ISBN: 978-85-69980-42-1

O combate central da Reforma

por: Jean-Marc Berthoud

Neste livro, Jean-Marc Berthoud, com muita erudição, demonstra o papel de Lutero no combate central da Reforma: o estabelecimento de uma fé confessante, doutrinária, confessional. Afinal, a genuína unidade cristã só pode existir em torno da verdade divina. O livro De servo arbítrio, sua disputa dogmática com Erasmo, pode ser considerada a primeira confissão da Reforma. Essa obra fundamental estabelece de maneira inequívoca a depravação total do homem e a soberana graça de Deus na salvação. Contrário à mentalidade dos nossos dias, que, a exemplo de Erasmo considera a doutrina sem valor e divisória, Berthoud demonstra com maestria o papel vitalmente importante do caráter doutrinário e confessional da Reforma. Trata-se de uma leitura fundamental para quem deseja aprender mais sobre esse movimento decisivo na história da igreja de Jesus Cristo e do mundo como um todo. Tolle lege!

― Felipe Sabino

ESTE LIVRO SERÁ ENVIADO A PARTIR DO DIA 10/11/2017.

R$35,90 R$26,90

Quantidade:
Sobre o autor
avatar-author
Jean-Marc Berthoud nasceu em 1939 na África do Sul, de pais missionários, e vive em Lausanne, Suíça. Ele é casado com Rose-Marie Berthoud, pai de cinco  lhos e avô de seis netos. Possui bacharelado em Artes e bacharelado em Artes com distinção em História e Literatura Inglesa pela Universidade de Witwatersrand (Joanesburgo, África do Sul). Ele é autor de muitos artigos e livros editados pela L’Age d’Homme, entre eles: Calvino e a França: Genebra e o desenvolvimento da Reforma no século XVI; Defesa da lei de Deus; Criação, Bíblia e ciência: os fundamentos da metafísica, a obra criadora divina e a ordem cósmica; O reino terrestre de Deus: sobre o governo de nosso Senhor Jesus Cristo: política, nações, história e fé cristã.
Livros de Jean-Marc Berthoud
Sobre este livro
Resumo

Ao descobrir a verdadeira natureza da justiça de Cristo, obtida a nosso favor por meio de sua encarnação e, mais ainda, por sua obediência humana perfeita de toda a lei de Deus, e depois pela imputação da justiça ativa e passiva perfeita de Cristo ao crente perdido, que Lutero foi liberto somente pela justiça de Jesus Cristo. Esta justiça, de alcance impossível por nossas próprias forças, é fruto somente da graça divina (sola gratia), comunicada àquele que crê (sola fide) pela ação soberana do Espírito Santo.

Este combate se encontra no cerne da luta travada por Lutero com vitória contra o sistema herético romano — o nominalismo da escolástica tardia. Neste ponto a lógica corrosiva de Occam — sua famosa navalha — lhe foi de ajuda inestimável. Tendo encontrado o fundamento da fé nas santas exigências e nas maravilhosas promessas da Escritura, Lutero fez bom uso da famosa navalha para se desfazer das excrescências doutrinárias que a tradição romana, cada vez mais independente da Palavra de Deus, impusera com falsidade à igreja de Jesus Cristo como dogmas intangíveis. Assim, Lutero soube também utilizar a crítica bíblica dos humanistas — em particular a de Lourenço Valla (1407-1457) e de Erasmo de Roterdã (1466-1536) — para se livrar em sequência dos falsos dogmas acumulados ao longo dos séculos pela tradição romana distanciada da submissão verdadeira à Palavra escrita de Deus (sola Scriptura).

Detalhes

ISBN: 978-85-69980-42-1
Editora: Editora Monergismo
Data de Publicação: 2017
Número de Páginas:
Dimensões: 21 x 14 cm